OSTRA: A PÉROLA DA GASTRONOMIA

Em termos nutritivos, poucos alimentos se comparam à ostra. Rica em proteínas, vitaminas e minerais, ela possui grandes quantidades de zinco, ferro, magnésio, cálcio e muita vitamina A. Em Florianópolis está concentrada a maior produção brasileira desta iguaria, que é estrela de cardápios dos restaurantes mais sofisticados do mundo. 


Florianópolis tem as características ideais para o cultivo de ostras: águas rasas, frias e cheias de nutrientes trazidos pelos rios próximos. A França é a grande produtora, difundiu as técnicas de cultivo para o mundo, mas suas águas não apresentam condições tão boas como as do litoral catarinense. A ostra catarinense engorda em seis meses o que a francesa leva até 3 anos.


OSTRAS FAZEM BEM PARA A SAÚDE

Ostras têm uma grande quantidade de zinco, o que é ótimo para seu bem estar e para manter sua energia. Também por isso são consideradas afrodisíacas. O zinco estimula o desejo sexual, mas também fortalece o sistema imunológico, melhora a pele e fortalece os ossos.


Fonte: NaturalHouse

Foto: Fazenda marinha de ostras

image1